Tudo o que você precisa
saber sobre Ensino Bilíngue

Integração entre língua e conteúdo na Educação Bilíngue​

Integração entre língua e conteúdo na Educação Bilíngue

A ideia base da Educação Bilíngue está na integração entre língua e conteúdo. Esta integração permite que os alunos desenvolvam as suas habilidades em um ambiente onde a língua é vista como um meio e não como um fim em si mesmo. Assim, o aprendizado do inglês ocorre em sintonia com o seu aprendizado acadêmico regular.

Uma das consequências da escolha pelo trabalho de Educação Bilíngue contextualizado pode ser percebida na motivação dos alunos. Os conteúdos curriculares funcionam como um importante apoio sobre o qual ele irá ancorar seus novos aprendizados na segunda língua. Os conhecimentos prévios dão segurança aos alunos para que eles interajam e participem das atividades e dos desafios propostos.

Para toda uma geração (hoje adulta) o famoso verbo To Be não fazia sentido. Ele era apresentado a partir de suas regras gramaticais e praticado em exercícios de fixação infinitos e repetitivos que claramente falharam em sua missão. Memorizar as regras não nos tornou suficientemente confiantes para usar aquelas estruturas para o fim primeiro: sermos capazes de nos comunicar eficientemente em inglês.

Aprendizados não significativos não permanecem, não agregam, não contribuem para o desenvolvimento cognitivo nem para a vida do aluno. Por este motivo valorizamos a integração de conteúdos em uma proposta interdisciplinar de Educação Bilíngue. É partindo de temas de estudo que já foram introduzidos e estão sendo trabalhados nas outras disciplinas que os alunos farão novas conexões, ampliando e reconfigurando ideias já existentes em sua estrutura mental e consolidando o conhecimento.

Como fazer a integração entre língua e conteúdo na Educação Bilíngue?

A partir de 2020 todas as escolas deverão seguir as orientações presentes em um documento publicado pelo Ministério da Educação que se chama Base Nacional Comum Curricular, a BNCC. Caso queira saber um pouco mais sobre ela, clique aqui. A BNCC descreve quais são os objetos do conhecimento e as habilidades mínimas a serem contempladas pelos currículos em todas as etapas da educação básica.

A nossa equipe de especialistas em Educação Bilíngue se baseou neste documento para desenvolver as atividades didáticas dos livros. A YouZ tem os livros de Science, Math, History e Geography para cada ano do Ensino Fundamental I. A sua escola pode adotar estes livros nas aulas de ensino bilíngue que serão oferecidas aos alunos. O trabalho irá ocorrer de forma integrada e seguirá a sequência de temas que o currículo de sua escola propõe como referência para estas disciplinas em língua portuguesa.

Conheça o material didático para ensino bilíngue YouZ clicando aqui.

Não tem segredo​

Estudos do cérebro mostraram que aprendemos algo mais fácil se este novo conhecimento se ancorar em outros já ali presentes. Isso significa que portas do cérebro se abrem para acolher as novas informações pois as identifica como familiares, bem-vindas. E, se adicionarmos o fator motivação, é como se colocássemos nessas portas aqueles sensores de presença. Eles farão com que elas se abram automaticamente quando algo se aproximar. O cérebro é flexível e se modifica quando aprendemos algo novo. Esta capacidade, nos cérebros bilíngues, é potencializada. Seus benefícios podem ser percebidos nas funções cognitivas, na memória, na solução de problemas e na concentração.

Compartilhe!

Leia Também

Sobre a YouZ

Somos uma editora especializada na produção de livros didáticos para Educação Bilíngue no Brasil. Queremos ajudar a sua escola a oferecer um ensino bilíngue contextualizado e significativo. Conheça os nossos materiais.

Siga-nos!